Roça, mato e máscara: autonomia e liberdade em São Tomé

Investigador responsável: Emiliano Dantas
Grupo de investigação: Governação, Políticas e Quotidiano
Tipo de projeto: Doutoramento
Estado: Em curso
Palavras-chave: Antropologia visual | Antropologia rural | Estudos decoloniais | fotografia


Instituição principal: CRIA
Instituições participantes: n.a.
Financiamento: ISCTE-IUL
Referência: n.a.
Data de início: 08-09-16

Mais informação:

Resumo

O que leva antigos/as assalariados/as das roças de cacau em São Tomé a permanecerem nestes locais sem luz, por vezes sem água potável, com estradas precárias e invisibilizados pelo trabalho agrícola que é considerado de menor valia? E por que essas pessoas apresentam um discurso de assunção da liberdade? Essa pesquisa tentará explorar essas questões partindo a noção de Ingold (2012) de ambiente como algo que cerca e envolve as coisas e a vida, onde a pessoa é um ser-no-mundo. Pautado numa visão integrada entre natureza e cultura, pretendo produzir uma etnografia com imagens, inspirada no que Paulo Freire chamou de círculo cultural. Nessa perspectiva, vou adaptar os círculos culturais ao uso da fotografia como uma máscara que pode servir para os são-tomenses revelarem ou ocultarem as suas identidades. Eles/as serão autores/as de narrativas visuais, o que os/as permitirão refletir e analisar o que os/as oprimem, como criam estratégias de resistências para lidar com as dificuldades da vida, e como significam a autonomia para assunção da liberdade.

Investigadores do CRIA

IDNomeFunçãoProjTítuloTipo de projetoEstado
pub153*Paulo RaposoOrientador/Supervisorproj337*Roça, mato e máscara: autonomia e liberdade em São ToméDoutoramentoEm curso
pub549*Emiliano DantasBolseiroproj337*Roça, mato e máscara: autonomia e liberdade em São ToméDoutoramentoEm curso
Outros investigadores

InvestigadorFunçãoInstituiçãoProjOutrosTitulo_PT