Novo livro – Filomena Silvano

Edição atualizada

Filomena Silvano, 2017, Antropologia do Espaço, Lisboa: Edições Documenta

Mais informações > link



Concebido como um guia para um possível percurso de leitura.

Ce petit livre permet de comprendre la naissance et les enjeux de l’anthropologie de l’espace et il vise à donner aux étudiants lusophones l’envie de s’y engager.
[Maurice Blanc]

Antropologia do Espaço, de Filomena Silvano, é um livro com vocação marcadamente didáctica, mas que constitui uma notável síntese (deveríamos dizer um mapa?) de uma disciplina (a antropologia) que tem vindo a ganhar (pelos motivos que Jameson enunciava) uma importância crescente na cultura contemporânea.
[…] Filomena Silvano percorre as etapas fundamentais de uma autonomização teórica da noção de espaço e de uma fundação sistemática da ideia de antropologia do espaço: passamos aqui pelo fascinante contributo de Henri Lefebvre.
[Eduardo Prado Coelho]

Percorrendo a definição de espaço como conceito, método e etnografia, a obra vai atravessando o património legado pelos autores nesse domínio, dos clássicos aos contemporâneos, de campos diversos – filosofia, geografia, sociologia, literatura – e que vão configurando a disciplina da antropologia do espaço.
Síntese de uma disciplina afirmativa no pensamento científico – a antropologia do espaço – a obra desenvolve-se em três partes fundamentais, que atravessam períodos históricos e de reflexão sobre o espaço, numa perspectiva de desenvolvimento cronológico e de configuração da disciplina.
[Dulce Moura]

Toda esta viagem que documenta as etapas de construção teórica da Antropologia do Espaço, a sua autonomização como campo disciplinar, bem como os seus contributos mais recentes, constitui um excelente exemplo de divulgação científica e pedagógica de um tema crucial, quer para as Ciências Sociais quer para a Arquitectura.
Porque alertam para a complexidade das dimensões sociais, simbólicas e identitárias do espaço, as questões despertadas pelas várias abordagens apresentadas por Filomena Silvano são, então, essenciais para lidar com os desafios que o mundo contemporâneo apresenta à prática e ao pensamento arquitectónicos.
[Manuel Teles Grilo]