Núcleo de Antropologia Visual e da Arte (NAVA)

[Linha Temática]

Coordenação: Catarina Alves Costa, Sónia Vespeira de Almeida e Joana Miguel Almeida


A linha temática Antropologia Visual e da Arte (NAVA) pretende ser uma plataforma de debate e pesquisa nas áreas da antropologia da arte e da antropologia da performance, em torno da imagem imóvel e em movimento, dos mundos da arte e suas redes de intenção. Constituiu-se, assim, como espaço de convergência no CRIA para os investigadores que trabalham em antropologia e partilham o interesse na pesquisa visual. Este manifesta-se na tematização da produção, da criação, da apresentação, da circulação e da receção da produção artística e visual em diferentes contextos. Neste quadro, o NAVA procura, por um lado, apoiar e encorajar as etnografias sobre práticas artísticas e visuais ou sobre a circulação e receção das artes das culturas visuais; e, por outro lado, refletir sobre o diálogo metodológico entre arte e antropologia.

O NAVA promove ainda a articulação destes interesses académicos com a produção fílmica e artística, especialmente de natureza etnográfica, num esforço por fortalecer as relações dos mundos da arte e cinema com a academia, ou vice-versa. Esta abordagem caracteriza-se por um importante processo de autorreflexividade. Uma rede de suporte e apoio técnico está disponível para todos os investigadores que pretendam incorporar os métodos visuais nos seus projetos. Neste sentido, o NAVA trabalha em colaboração estreita com o Laboratório Audiovisual e promove ativamente a participação de estudantes de pós-graduação dos cursos de Culturas Visuais Digitais (ISCTE-IUL) e Antropologia: Culturas Visuais (NOVA FCSH).


Este slideshow necessita de JavaScript.


Outros investigadores