Kumida di téra é sabi: hábitos alimentares, identidade e memória

Investigador responsável: Tiago Silveiro de Oliveira
Grupo de investigação: Governação, Políticas e Quotidiano
Tipo de projeto: Doutoramento
Estado: Em curso
Palavras-chave: Alimentação | Migrantes cabo-verdianos | Memória | Kumida di téra | Identidade


Instituição principal: CRIA
Instituições participantes: n.a.
Financiamento: FCT
Referência: SFRH/BD/79422/2011
Data de início: 01-01-12

Mais informação:

Resumo

O projecto apresentado tem como base de análise os sistemas de consumo de bens alimentares e os territórios da alimentação das comunidades migrantes caboverdianas, na região de Lisboa, interpretados como mecanismos identitários e culturais, através dos quais se preserva uma memória individual e colectiva. Debatemos a ideia de que “comer” não é um mero acto biológico e de que a conservação de hábitos alimentares se afigura, a par de outras manifestações culturais, como uma das modalidades de estruturação da identidade cultural num contexto migratório. Aludimos a diferentes territórios (domésticos e públicos) e ritmos (quotidianos, fimde-semana e dias festivos) da alimentação, dado que cada um é pautado por diferentes dinâmicas socioculturais. Igualmente importantes são as diferenças de classe, económicas, geográficas, etc. É nosso intuito analisar a simbologia dos produtos ditos cabo-verdianos, como estes se associam à nostalgia dos sabores da terra traduzida na consciência do significado da “kumida di téra”.  

Investigadores do CRIA

IDNomeFunçãoProjTítuloTipo de projetoEstado
pub103*Margarida FernandesOrientador/Supervisorproj134*Kumida di téra é sabi: hábitos alimentares, identidade e memóriaDoutoramentoEm curso
pub316*Tiago Silveiro de OliveiraBolseiroproj134*Kumida di téra é sabi: hábitos alimentares, identidade e memóriaDoutoramentoEm curso
Outros investigadores

InvestigadorFunçãoInstituiçãoProjOutrosTitulo_PT