Inter-relações seres humanos e ambiente: pescadores e pesca no Seixal

Investigador responsável: Adelina Gomes Domingues
Grupo de investigação: Desafios Ambientais, Sustentabilidade e Etnografia
Tipo de projeto: Doutoramento
Estado: Em curso
Palavras-chave: Etnografia | Grupos humanos | Ambiente | Natureza | Interações | Perceção | Pesca | Agencialidade | Resistência


Instituição principal: CRIA
Instituições participantes: n.a.
Financiamento: Fundação Aga Khan
Referência: n.a.
Data de início: 01-12-16

Mais informação:

Resumo

O presente projeto centra-se no estudo da inter-relação das características ambientais e de localização geográfica do território do Seixal e a ação humana. Este projeto estrutura-se em dois eixos ou conjuntos temáticos tendo por elemento articulador a pesca. Um primeiro eixo temático parte da ideia de agencialidade, ou seja, da ação de grupos em contextos locais, que informe sobre práticas e percursos de grupos humanos (pescadores) num território local, convocando a noção do local (translocal) (Appadurai, 1996) em diálogo com os de agencialidade (Ortner, 2006; Mahmood, 2006) e de resistência (Scott, 2002 e 2013). Um segundo eixo assenta no tema das interações dos seres humanos, o ambiente e a natureza, evocando as perspetivas de “um todo ecológico” e dos modos de ação e perceção sobre o meio (Ingold, 2000) dialogando com a epistemologia relacional e experiencial e emoções (Milton, 2002), procurando descortinar se a diferentes modos de se relacionar com o ambiente (pela experiência, trabalho e técnicas) correspondem diferentes modos de percecionar e de agir sobre a natureza. Através de uma etnografia junto de grupos de pescadores do Seixal, este projeto pretende aferir as perspetivas de grupos locais de proximidade e interação experiencial com o ambiente, propondo a análise da realidade presente e de um passado recente através das memórias sobre percursos de vida, sobre o trabalho no meio marítimo e fluvial, sobre práticas, perceções e perspetivas de indivíduos, famílias e grupos de pescadores. Este estudo procura contribuir para a antropologia portuguesa, sobre contextos marítimos/piscatórios, preenchendo “ausências” em dois domínios, ao facultar: a) uma abordagem que articule as perspetivas sobre inter-relações de grupos humanos com o ambiente e a natureza com olhares sobre a agencialidade de grupos (formas de resistência à crise através do atual valor e perceção sobre o trabalho); b) o conhecimento sobre grupos de pescadores e sobre a atividade da pesca, sistematizando percursos temporais com vista a um retrato das interações experienciais dos pescadores com o seu meio numa dimensão histórica.

Investigadores do CRIA

IDNomeFunçãoProjTítuloTipo de projetoEstado
pub6*Amélia Frazão MoreiraOrientador/Supervisorproj318*Inter-relações seres humanos e ambiente: pescadores e pesca no SeixalDoutoramentoEm curso
pub535*Adelina Gomes DominguesBolseiroproj318*Inter-relações seres humanos e ambiente: pescadores e pesca no SeixalDoutoramentoEm curso
Outros investigadores

InvestigadorFunçãoInstituiçãoProjOutrosTitulo_PT
Paula GodinhoOrientador/SupervisorNOVA FCSHproj318*Inter-relações seres humanos e ambiente: pescadores e pesca no Seixal