encontros_cientificos Encontros científicos | Scientific meetings fora_academia Fora da academia | Outside the academy

Loading Events

« All Events

  • This event has passed.

Workshop: “Da madeira ao som: a confecção de instrumentos musicais caiçaras”

12/10/2016, 14:00 - 18:00

[no translation available]

As Marcas de Valadares
Workshop: “Da madeira ao som: a confecção de instrumentos musicais caiçaras”
12 de outubro, 14h-18h | Laboratório de Culturas Visuais (sala AA126), Ala Autónoma, ISCTE-IUL

Ministrantes

Aorelio Domingues (violeiro e luthier)
Patrícia Martins (antropóloga)

Worshop sujeito a inscrição: formulário


PROPOSTA

O workshop abordará as relações e significados estéticos e políticos presentes no que podemos chamar de “produção material” caiçara, através da construção de instrumentos musicais inseridos na prática musical do fandango. O fandango é uma expressão musical-poética-coreográfica que tem ocorrência no Brasil, mais especifimente produzido pelas populações litorâneas que se encontram nos estados do Paraná, passando por São Paulo e chegando no litoral sul do Rio de Janeiro. Reconhecido como Patrimônio Cultural brasileiro no ano de 2012, neste workshop teremos a oportunidade de acompanhar partes do processo construtivo de violas e rabecas pelas mãos do luthier Aorelio Domingues, mestre de Fandango e de Folia do Divino Espírito Santo.


OBJETIVOS
Tomar as coisas a partir de sua produção, neste workshop temos como problema de fundo pensar também a constituição de materialidades. Violas e rabecas serão visualizadas a partir de sua produção, usose sentidos. Pelas mãos do luthier Aorélio Domingues, iremos pensar sobre o diálogo entre tecnica, ambiente e a construção de saberes-fazeres tão complexos. Considerando as novas formas de confecção e circulação destes objetos por mercados em dimensões locais e ampliadas representa interessante ponto de inflexão e reflexão. O próprio espaço de vida e de referências estéticas caiçaras experimenta as sobreposições de usos e as ambiguidades de sentido derivadas de tal multiplicação de contextos em que seus objetos passam a circular. Observamos na prática destes construtores tanto o compromisso com a produção de artefatos/instrumentos tomados como ‘tradicionais’, quanto o interesse em produzir objetos novos, de formas também novas, relacionados a projetos e modos de vida contemporâneos, que implicam novas referências estéticas, materiais, estilos, usos e modos de produção. Observamos adaptações e ajustes de forma a adequar objetos ao gosto dos diferentes mercados hoje à sua disposição, tanto quanto tentativas de manter estes instrumentos musicais em circulação para além de seus espaços tradicionais. Em outros casos, a produção de instrumentos musicais pode ser impactada por uma espécie de um novo mercado interno aberto por um crescente numero de tocadores e grupos de fandango. A proposta deste encontro deve ser lida também em termos maussianos, ou seja, interessa ver o que estes objetos/instrumentos e seus variados usos nos ensinam sobre as interações humanas e a projeção da sua socialidade sobre o mundo envolvente; é na sua relação com madeiras, ambiente, ferramentas e corporeidades que violas e rabecas têm de ser compreendidas. Assim para as violas e rabecas do fandango caiçara, quando postas em circulação ativam redes de socialidade, carregam partes de seus construtores consigo, por meio de suas sonoridades, texturas e materialidades, o instrumento torna-se uma extensão de seu tocador.


METODOLOGIA

O workshop ocorrerá de forma demonstrativa, em um primeiro momento traremos elementos que possam trazer o contexto onde violas e rabecas são produzidos, para depois demonstrar técnicas e formas de construção, culminando com uma pequena demonstração da musicalidade que emerge destes instrumentos musicais.


PROGRAMA
1. Apresentação das ministrantes e participantes do workshop;
2. Presença e afectos de violas e rabecas no litoral brasileiro;
3. Do mato à madeira: forma e fluidez na construção de violas e rabecas;
4. Sepilhos e serragens: espaços e tecnicas de construção;
5. Circulação de violas e rabecas e a constituição da musicalidade caiçara na atualidade.


cartaz-marcas-de-valadares-03

 

Details

Date:
12/10/2016
Time:
14:00 - 18:00
Event Categories:
,

Organizers

CRIA
Vários organizadores

Venue

ISCTE-IUL
Av. das Forças Armadas 376
Lisboa, 1600-077 Portugal
+ Google Map