Dança(s) urbanas e construção da angolanidade. Políticas culturais do Estado angolano na contemporaneidade

Investigador responsável: André Soares
Grupo de investigação: Práticas e Políticas da Cultura
Tipo de projeto: Doutoramento
Estado: Em curso
Palavras-chave: Património imaterial | Dança | Música | Performance | Nação


Instituição principal: CRIA
Instituições participantes: n.a.
Financiamento: FCT
Referência: PD/BD/137669/2018
Data de início:

Mais informação:

Resumo

Tópico pontualmente abordado na Antropologia clássica, a dança e a música têm sido, nas últimas décadas, objeto de um renovado interesse por parte da disciplina. Recentemente determinados géneros de dança, como o tango ou a salsa, tornaram-se muito populares e conhecem circuitos de divulgação à escala global. A disseminação de popularidade de muitos géneros musicais e de dança, particularmente nas duas últimas décadas, tem estado associada à sua elevação a património imaterial, uma chancela concedida pela UNESCO. Tal como tem acontecido com outras práticas culturais e expressivas, também as danças, ao menos certos géneros, se têm transformado em bens culturais no quadro de processos mais vastos de turistificação, comercialização e objectificação. Este projeto toma o campo da música e da dança, em particular o género semba como um revelador e um pretexto para refletir sobre as políticas culturais e identitárias do estado Angolano no quadro da sua afirmação no contexto geopolítico global. Um conjunto de danças e géneros musicais têm sido alvo de promoção e preservação dado serem manifestações culturais de elevada importância patrimonial. De entre as danças e géneros musicais elevados a património imaterial nos últimos anos destacam-se o Carnaval de Barranquilha na Colômbia (2003), o samba de roda do Recôncavo Baiano, o tango argentino (2009), o Flamenco (2010), o Fado (2011), o Frevo de Pernambuco (2012) e o Cante Alentejano (2014).

Investigadores do CRIA

IDNomeFunçãoProjTítuloTipo de projetoEstado
pub57*Filipe ReisOrientador/Supervisorproj361*Dança(s) urbanas e construção da angolanidade. Políticas culturais do Estado angolano na contemporaneidadeDoutoramentoEm curso
pub517*André SoaresBolseiroproj361*Dança(s) urbanas e construção da angolanidade. Políticas culturais do Estado angolano na contemporaneidadeDoutoramentoEm curso
Outros investigadores

InvestigadorFunçãoInstituiçãoProjOutrosTitulo_PT