Adelaide Vieira Machado

Grau académico: Doutoramento
Categoria: Visitantes
Polo institucional: ISCTE-IUL
Grupo de investigação: Práticas e Políticas da Cultura
Linha temática:
Interesses de pesquisa: Colonialismo | Cultura de oposição e resistência | Elites intelectuais
Contextos de pesquisa: Portugal, Goa, India
Contacto: adelaidemachado@sapo.pt
Mais informação:

Nota biográfica

Adelaide Vieira Machado é doutorada pela FCSH/UNL em Teoria e História da Ideias. É Pós-doutoranda na USP/FFLCH com uma Bolsa no país, financiada pela FAPESP, com o projeto “O impacto cultural do Ato Colonial no império português: uma leitura a partir de Goa (1930-45) a que se junta uma Bolsa estágio de pesquisa no exterior (BEPE) financiada pela mesma instituição, com o projeto de um ano a realizar em Portugal e em Goa “Delimitação biobibliográfica e enquadramento cultural da rede intelectual Goesa de contestação ao Estado Novo (1930-1945). É investigadora colaboradora do CHAM/UNL. Possui formação e experiência profissional na área de bibliotecas e arquivos (Portugal, Índia). Tem um currículo vasto de estudo da imprensa portuguesa, em particular das revistas de movimentos intelectuais e da imprensa colonial portuguesa. Publicou vários artigos e capítulos de livros sobre História Contemporânea da Cultura. Entre as publicações recentes destacam-se os livros António Rodrigues Sampaio: biografia Parlamentar (2018) e Europa: herança e atualizações (2015). Trabalha no âmbito da História Intelectual e das Ideias, visando contribuir para a reflexão sobre o lugar do colonialismo no pensamento democrático do século 20. Tem vasta experiência de trabalho em equipa como membro dos projetos: Revistas de Ideias e Cultura (SLHI/CHAM); The transatlantic circulation of printed matter the globalization of culture in the 19th century (1789 – 1914) (UNICAMP); “Imprensa e circulação de ideias: o papel dos periódicos nos séculos XIX e XX” (UNESP e Fundação Casa Rui Barbosa RJ); “Pensando Goa: uma peculiar biblioteca de língua portuguesa” (USP). Com Cátia Miriam Costa e Sandra Ataíde Lobo concebeu e promoveu a constituição do Grupo Internacional de Estudos da Imprensa Periódica Colonial do Império Português (GIEIPC-IP)._x000D_ _x000D_ CV: _x000D_ FCT https://sig.fct.pt/fctsig/cv (Chave pública– J015469MET0)_x000D_ LATTES http://lattes.cnpq.br/2766758290511739

Publicações
AutorID_filtro_tablepressAnoTipoPublicação
Projetos

IDInvestigadorFunçãoProjTítuloTipo de projetoEstado+