✘ Bolsa de Investigação (BI) para Mestre – Ref.ª CRIA 2017_IF/01128_M

Prazo de candidaturas: 8 de junho de 2017


Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação, referência CRIA 2017_IF/01128_M, no âmbito do projeto Exploratório IF/01128/2014/CP1233/CT0002, com o apoio financeiro da FCT/MCTES, através de fundos nacionais (PIDDAC), nas seguintes condições:

Área Científica: Biologia, Zoologia, Antropologia Biológica ou áreas afins.

Requisitos de admissão: Mestrado em Biologia, Zoologia, Antropologia Biológica ou áreas afins; ao serão admitidos a concursos detentores de doutoramento; mínimo de 3 meses de experiência de trabalho de campo na Guiné Bissau, com experiência de utilização de cameratraps e de análise  de filmagens; experiência de investigação na recolha de dados relativos ao comportamento de primatas e ecologia; competências em análise de dados quantitativos e qualitativos;  proficiência em português e inglês e conhecimentos de crioulo (da Guiné Bissau).

Duração da bolsa: 6 meses

Data prevista de início da bolsa: julho de 2017

PLANO DE TRABALHOS: O bolseiro irá analisar o comportamento de chimpazés (Pan troglodytes verus) e de seres humanos na Guiné Bissau, com recurso a cameratraps. O bolseiro fará trabalho de campo na Guiné-Bissau, para analisar a utilização do espaço partilhado por chimpanzés e seres humanos. O plano de trabalhos inclui ainda o tratamento e análise de dados quantitativos e qualitiativos tendo em vista a prerpração de artigos.

Local de Trabalho: CRIA/ FCSH-NOVA, Av de Berna, Lisboa.

Legislação e regulamentação aplicável (regime de atividade): a bolsa é atribuída ao abrigo da Lei Nº. 40/2004, de 18 de Agosto (Estatuto do Bolseiro de Investigação Científica) e Regulamento de Bolsas e Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia em vigor.
www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2015.pdf

Regime de Atividade: A atribuição da bolsa não gera nem titula uma relação de natureza jurídico-laboral, é exercida em regime de dedicação exclusiva e é atribuído ao Bolseiro o Estatuto de Bolseiro, conforme o disposto no Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, https://www.fct.pt/apoios/bolsas/estatutobolseiro.

Orientação Científica:  Doutora Kimberley Jane Hockings.

Condições Financeiras da Bolsa: A bolsa ascende a €980,00 correspondente à remuneração mensal estipulada na tabela FCT (http://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores). A este valor acresce o seguro de acidentes pessoais e a segurança social voluntária.

Métodos de seleção: Avaliação Curricular: A seleção dos candidatos será feita com base na análise do percurso profissional e os requisitos de admissão ao concurso, e caso se justifique, numa segunda fase, por meio de entrevista aos candidatos selecionados com base no CV.

Composição do Júri de Seleção: Presidente, Doutora Kimberley Jane Hockings; Vogais Doutora Amélia Frazão Moreira e Doutora Tânia Minhós.

Forma de publicitação/notificação dos resultados: Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada, no website do CRIA. sendo todos os candidatos notificados por e-mail.

Prazo de candidatura e forma de apresentação da mesma: O concurso encontra-se aberto no período de 26 de maio a 8 de junho de 2017.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura (incluindo nome e contacto e-mail de duas pessoas para referência); Curriculum Vitae detalhado; certificado de Mestrado; trabalho académico recente (preferencialmente que demonstre a capacidade do candidato, podendo ser a dissertação de Mestrado). Todos os documentos devem ser enviados num único e-mail.

As candidaturas deverão ser enviadas obrigatoriamente para o e-mail manuela.raminhos@cria.org.pt, com cópia para hock@fcsh.unl.pt, com o assunto referência CRIA 2017_IF/01128_M.


Ata da reunião do júri